Segundo a prefeitura de Ponta Grossa, existem 150 pessoas em situação de rua na cidade. Esse número é variável, já que muitos são itinerantes e não ficam por muito tempo.

Após o terremoto que atingiu o Haiti em 2010 a mídia vem tratando os imigrantes haitianos de maneira vitimizadora

Após o terremoto que atingiu o Haiti em 2010, muitos haitianos tiveram que sair do país em busca de uma vida nova. O Brasil foi um dos lugares escolhidos, e hoje muitos vivem no Paraná.

Corredor do Asilo São Vicente no horário do lanche da tarde

O número de casos de violência contra a pessoa da terceira idade cresceu nos dois últimos anos, em Ponta Grossa. Em 2015, foram 246 casos de agressões físicas, psicológicas e morais. Quantidade supera os números do ano anterior quando 178 casos foram registrados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).