Moradores da Vila Nova 1 e 2 reivindicam melhores condições em frente à prefeitura

        Moradores dos bairros Vila Nova 1 e 2 reivindicam melhores condições em frente à prefeitura 

        (Foto: Ana Luisa Vaguetti)

 

Moradores da Vila Nova 1 e 2 se manifestaram na Prefeitura de Ponta Grossa, na tarde da última segunda-feira (18). O protesto é pela falta de médicos no posto de saúde Jayme Gusmann, ausência de asfalto e condições de saneamento básico. Os manifestantes reclamam de esgoto a céu aberto dentro do bairro. “Uma galeria está saindo esgoto, está uma nojeira. É perigoso uma criança cair e morrer afogada”, conta Marcelo Rodrigues da Cunha, residente do Vila Nova.

 

Na semana passada, os cidadãos protestaram no bairro Vila Nova e não obtiveram respostas por parte da prefeitura. O morador Marcelo Rodrigues da Cunha afirma já ter protocolado vários pedidos na Companhia de Saneamento do Paraná (SANEPAR), que responderam ser função da prefeitura a resolução dos problemas. “Um joga responsabilidade para o outro, a Sanepar e Prefeitura precisam trabalhar juntas”, relata Marcelo.

O protesto reuniu cerca de 20 pessoas, os manifestantes carregavam cartazes dentro e fora da Prefeitura e exigiam uma resposta do prefeito Marcelo Rangel. Para o residente Jonas Rodrigues, não adianta morar do lado de hospital e escola, se não tem nem condição de sair do bairro por conta dos asfaltos precários. Os manifestantes conseguiram uma conversa com o secretário de Planejamento, Ciro Ribas e o assessor do prefeito, Marco Aurélio. Acompanhe a discussão no vídeo a seguir:

Representantes da Prefeitura acompanharam os cidadãos somente no Vila Nova 2 e prometerem garantir uma solução. “Nós já decidimos que se em uma semana nada for resolvido, fecharemos a rua da Prefeitura e da escola daqui do bairro”, afirma Ingrid Damaris, moradora do Vila Nova.

Os problemas estruturais não são exclusivos das Vilas Nova 1 e 2. Clique aqui e leia à reportagem sobre as necessidades dos moradores do Gralha Azul.