Lider religioso é recebido após 20 anos da construção da mesquita em Ponta Grossa

“Eles pensam muito mal sobre o Islamismo, fiquei surpreso”, relata Ali Rahimi, xeique religioso da Mesquita Imam Ali, em Ponta Grossa. O iraniano mora há quase um ano na cidade e percebe o pouco que se sabe sobre o Islamismo. Rahimi veio para assumir a mesquita que, só após cerca de 20 anos de construção, recebe um líder religioso.

O xeique menciona a surpresa das pessoas quando, em uma reunião na cidade, ele citou a expressão “A paz de Deus esteja com Ele”, se referindo a Jesus. “Quem não acredita em Jesus, não é muçulmano. O Alcorão Sagrado tem um capítulo chamado Maria, que fala sobre a história do nascimento do profeta Jesus”, explica.

Ali Rahimi, xeique religioso da Mesquita Imam Ali em Ponta Grossa. | Foto: Vítor Almeida

Dados indicam ausência do Estado no combate à homofobia

O relatório do Grupo Gay da Bahia mostra que no Brasil, em 2018, ocorreram 320 homicídios de pessoas LGBTs, enquanto que os suicídios foram 100. | Foto: Veridiane Parize

Entre 2015 e 2018, os homicídios de vítimas LGBT+ (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) aumentaram em 187,5%, no Paraná. As mortes motivadas por homofobia foram de oito, em 2015, para 15, em 2016, chegando a 23 em 2017 e 2018. Os dados são do levantamento do Grupo Gay da Bahia (GGB), com base em notícias publicadas em veículos de comunicação, informações de parentes das vítimas e registros policias.

Morador de rua em Ponta Grossa | Foto: Vitor Almeida

 

Serviço dos assistentes sociais cresce mais nesta época do ano, para auxiliar desabrigados ou pessoas em situação de vulnerabilidade social

A queda nas temperaturas no final do outono e começo do inverno atinge diretamente a população que vive nas ruas. Em Ponta Grossa, duas entidades filantrópicas prestam abrigo aos moradores de rua e às pessoas em situação de rua, o Ministério do Melhor Viver e a Casa da Acolhida. Além dos abrigos, há o serviço municipal de atendimento do Centro Pop, unidade básica do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que oferece café da manhã e da tarde, banhos, tíquetes do Restaurante Popular e outros serviços.

Estudo relizado pela Anfip destaca fracasso nos países onde o modelo de capitalização foi implantado

A Greve Geral contra a Reforma da Previdência acontece, nessa sexta-feira (14), convocada pelas centrais sindicais.  Em Ponta Grossa, o movimento é organizado pela Frente Ampla Democratica e reúne sindicatos e movimentos sociais. O ato teve inicio pela manhã e finaliza com concentração na Igreja dos Polacos, com  passeata que segue até o Parque Ambiental.

Ato contra a Reforma da Previdência durante Greve Geral em Ponta Grossa / Foto: Luiz Zak

Para especialistas, o modelo de capitalização, definido pela proposta do governo Jair Bolsonaro (PSL), decreta o fim da previdência pública

Debate sobre a Reforma da Previdência acontece nesta quarta-feira (05), às 19h30, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Ponta Grossa. Pesquisadores, professores e profissonais da área do direito previdenciário discuterm a proposta do governo de Jair Bolsonaro (PSL), atualmente em trâmite na Câmara dos Deputados.

Sérgio Gadini critica a proposta de reforma da previdência em trâmite no Câmara do Deputados / Foto: Éder Carlos