Papoperiodico

 

 

O Papo Fantasma é um programa esportivo que comenta e debate sobre o Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC), time ponta-grossense de futebol criado em 1912 pelos trabalhadores das ferrovias. Nesta primeira edição, João Guilherme de Castro conversa com o repórter Yuri Silva sobre o desempenho do OFEC na partida contra o Brusque, apresenta as expectativas para o jogo do próximo domingo (28) contra o São Paulo de Rio Grande e opina sobre o Campeonato Paranaense.

Confira a entrenvista:

Após o primeiro empate em 7 rodadas, no jogo contra o Maringá, o Operário segue líder da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. As expectativas são positivas para o jogo que acontece nesta quarta (12) contra o Iraty. Em entrevista ao repórter Guilherme Bronosky, o torcedor João Guilherme Castro comenta o desempenho do Operário e mostra visão otimista sobre o futuro do time.

Clique para ouvir a entrevista.

  O campeão olímpico no vôlei de praia, Emanuel Rego, esteve presente na abertura dos Jogos Estudantis Municipais 2016, em Ponta Grossa. (Foto: Gustavo Santos)

 

A Olimpíada Rio 2016 já está aí. Novos jogos estão para começar, com a participação de novos atletas. Mas também não dá para se esquecer daqueles atletas que fizeram história e deixaram legados durante os Jogos Olímpicos. Um desses exemplos é o do atleta Emanuel Rego, curtibano, de 43 anos.

Projetos atendem comunidades carentes e grupos em situação de vulnerabilidade em Ponta Grossa

Fabiano Castro, Coordenador do Projeto Handbol de Ponta, que busca promover a melhoria do rendimento escolar

A partir do próximo mês, o Rio Janeiro sedia os Jogos Olímpicos 2016. A atenção da mídia, e de muitos brasileiros, se volta para o evento mundial que têm como principal atração o esporte profissional e de alto rendimento. O Portal Comunitário propôs, no entanto, investigar projetos que focam a função social do esporte em Ponta Grossa.

Carlos Garletti, de Ponta Grossa, representará o Brasil em sua terceira Paralímpiada competindo na modalidade Tiro Esportivo (Foto: Arquivo)

A tocha dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro chega em Ponta Grossa nesta sexta, dia 15. O atleta Carlos Garletti, 42 anos, de Ponta grossa, irá carregar a tocha e representará o Brasil pela terceira vez consecutiva em uma Paralímpiada, sendo a primeira em Pequim (2008), a segunda em Londres (2012), e esta terceira no Brasil, na modalidade Tiro Esportivo. O atleta, que também é médico, interessou-se pelo esporte após assistir uma competição e achar o esporte interessante, e em 2003, começou a atuar de forma competitiva. Dentre as principais conquistas do atleta estão: prata na Copa do Mundo de 2013 e Ouro no Campeonato Brasileiro de 2015. A Paralímpiada deste ano ocorre no Rio de janeiro, entre 7 e 18 de setembro.