O Projeto de Lei nº 350 de 2019 propõe a criação da Campanha Cabelos Solidários, que consiste na melhoria da autoestima de mulheres em tratamento de câncer. O objetivo é sensibilizar a população para doação de cabelo e disponibilizar postos de coleta. A proposta tramita na Câmara de Vereadores até dia 05 de dezembro.

 

Ouça na reportagem de Tayná Lyra:

 

 

Ficha técnica:

Reportagem: Tayná Lyra
Edição: Veridiane Parize
Supervisão: Professoras Angela Aguiar e Fernanda Cavassana
Apoio técnico: Reinaldo Santos

Tramita na Comissão de Legislação, Justiça e Redação da Câmara de Vereadores de Ponta Grossa, o Projeto de Lei nº339 de 2019 dispõe sobre a obrigatoriedade de placas de divulgação de informações em obras públicas paralisadas em Ponta Grossa. O PL aguarda parecer cujo prazo é 05 de dezembro.

 

Nesta terça-feira (12), o Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) denunciou o não pagamento dos editais do Fundo Municipal de Cultura de 2019. O documento divulgado pelos conselheiros revela que a dívida da Prefeitura de Ponta Grossa com o Fundo de Cultura é de R$ 300 mil. A situação contraria a previsão do Orçamento Geral do Município de Ponta Grossa para este ano. Os representantes do Conselho tratam a questão como um “calote na cultura”.

De acordo com o Conselheiro João Guilherme Castro, em junho de 2019, a prefeitura informou ao Conselho que o valor para o pagamento dos editais estava na conta bancária do Fundo Municipal de Cultura. No entanto, para pagar os editais do segundo semestre, os conselheiros descobriram que o dinheiro nunca esteve disponível. “Na conta só tinham sobras orçamentárias do ano de 2018, as quais são insuficientes para cumprir o repasse financeiro dos dez editais do Conselho”, completa João Guilherme.

De acordo com uma das beneficiadas pelo edital Cine-Foto e Vídeo, Millena Villanueva, o pagamento dos editais estava combinado para ocorrer em duas parcelas, mas somente quatro editais receberam uma das cotas previstas. Villanueva alega que o não pagamento da próxima parcela prejudica o trabalho dos produtores culturais, que dependem do dinheiro para custear os serviços utilizados na produção dos materiais.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa declarou que o pagamento dos editais, no valor de R$100 mil, está previsto para até o final do mês de novembro.

 

Ficha Técnica

Reportagem: Rafael Bahls
Edição: Patrícia Guedes
Supervisão: Professor Manoel Moabis
Monitores: Gabriel Neto

 

Em meio a balanços negativos, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa estuda medidas de contingenciamento visando à diminuição do rombo nas contas públicas. Desde 2016, o município ultrapassa em 1% o limite, previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal, para a folha de pagamento. Para o SindServ, um dos problemas estaria no número de funcionários com cargos comissionados.

O Prefeito de Ponta Grossa foi favorável ao projeto de lei que daria a concessão do atual Centro de Eventos para uma empresa de iniciativa privada, mas alguns setores do Município se posicionaram contra a concessão do local. O Conselho de Desenvolvimento Econômico da cidade já pediu a retirada da tramitação do Projeto.

 

Centro de Eventos de Ponta Grossa pode virar Pólo Tecnológico de empresa privada |Foto: Thailan de Pauli

Ficha Técnica

Reportagem: Thailan de Pauli Jaros e Hygor Leonardo dos Santos 
Edição: Thaiz Rubik
Supervisão: Professores Angela Aguiar, Fernanda Cavassana e Paula Melani
Técnico Multimídia: Jairo Souza