Foto: Teodoro Anjos

 

Na última quarta-feira (18), ocorreu o ato ‘PG em Respeito à Diversidade’ na Câmara Municipal de Ponta Grossa. Os manifestantes tomaram o plenário a fim de ler uma carta de repúdio contra as declarações do vereador pastor Ezequiel Bueno (PRB). O político ficou revoltado com a escolha da cantora Pabllo Vittar para a abertura da 28º Munchen Fest e se posicionou com comentários homofóbicos nas redes sociais. Inclusive, veículos como Estadão, Veja, Gazeta do Povo, OGlobo e Correio Braziliense repercutiram o acontecimento. 

Nesta edição do telejornal, você acompanha a cobertura da manifestação, os últimos encaminhamentos sobre a licitação do aterro Botuquara e uma reportagem especial sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em tornar o ensino religioso confessional dentro das escolas públicas. Confira esses e outros destaques no Correspondente Local:

ERRATA: O próximo jogo do Caramuru é dia 21/10 contra o Sesi-SP pela Superliga, e não 04/11 como foi divulgado no telejornal.

O processo visa melhorar a qualidade de som e acessibilidade

 


Foto: Mirna Bazzi

 

Cinco emissoras de rádio de Ponta Grossa estão migrando da faixa AM para FM. As rádios Clube Ponta-grossense, Difusora, Sociedade Pitangui de Comunicação (CBN) e Fundação Sant'Ana já estão sendo transmitidas no novo padrão de frequência, enquanto a rádio Central do Paraná permanece na frequência AM e deve realizar a transição. A mudança das faixas tem como objetivo trazer maior qualidade de som ao ouvinte e também permite o acesso às rádios em aparelhos móveis, que não é possibilitado na frequência AM.

usina
Foto: Andressa Fabri


Indústria funciona próxima a área residencial e incomoda vizinhança com mau cheiro e fuligem

 

Os moradores do distrito Periquitos, zona oeste de Ponta Grossa, enfrentam problemas com o funcionamento de uma usina de asfaltos próxima a área residencial. A Arena Asfaltos opera no trecho urbano da BR-376, conhecida como Avenida Souza Naves, na saída para Guarapuava e para o Norte do Paraná. Os habitantes da região relacionam os componentes que a usina emite a problemas de saúde, principalmente respiratórios, de quem vive ao redor da indústria. Pesquisadores apontam que a exposição aos fumos e vapores do asfalto liberados durante a produção são prejudiciais ao contato humano. A Secretaria de Meio Ambiente de Ponta Grossa está ciente das reclamações dos moradores do Periquitos, mas, afirma que a usina opera dentro da legislação.

 

 

A vizinhança do local fez um abaixo-assinado que foi entregue às autoridades para fiscalização dos excessos nas emissões de poluentes cometidos pela usina Arena Asfaltos. A solicitação contém aproximadamente 100 assinaturas. Contudo, conforme a idealizadora da denúncia, Nair Dessoldi, não houve alterações no funcionamento da empresa. “A partir do momento em que se prejudica a saúde das pessoas e o meio ambiente, alguma coisa precisa ser feita. Há dias que não dá para abrir a janela e as portas de casa, de tanta poeira que vem do local, e também por causa do cheiro, que se assemelha a um cheiro de borracha queimada”, relata Nair.

 

 

A aposentada Maria José da Silva, 50 anos, possui doenças respiratórias crônicas, como rinite e bronquite, e afirma que os problemas se intensificaram depois da instalação da usina na região.

Foto: Lorena Panassolo

 

 

Estudantes do Colégio Estadual Júlio Teodorico encontram no curso técnico de guia de turismo uma oportunidade para conhecer lugares do Paraná e habilitação para trabalhar em todo o estado. A atividade geralmente é relacionada com lazer, mas um guia deve conhecer valores culturais, políticos, econômicos e sociais de cada local. 

Na edição de hoje do Ponto da Notícia você encontra: reportagem sobre a decisão do juiz que autorizou a “cura gay”, o projeto de lei que prioriza as mulheres que
foram vítimas de violências em cursos da prefeitura, liminar sobre a greve dos correios, paralisação das obras de abastecimento de água e também os dois meses após a morte do massoterapeuta Sandro Pedrozo.